Publicado a Fev 26, 2018

O meu rabo e o Instagram.

Publicado em CORPO E MENTE
Comentários Deixa um comentário

Já tentei cortar, reeditar, mais para a esquerda, mais para a direita e mesmo assim parece que o Instagram anda a fazer das suas e não me deixa publicar a imagem de um rabo, o meu.

Não é que ele seja flácido ou com algum defeito de fabrico pelo contrario, está nos trinques, mas mesmo assim vejo esta foto removida sempre que a tento publicar. Isto pode acontecer por duas razoes.

Primeira razão possível, é o facto do Instagram ter na sua posse uma ferramenta detetora de rabos. Isso mesmo, o Instagram tem na sua posso um farejador de rabos na sua forma digital e manda-os embora assim que os deteta. No entanto, esta razão será pouco plausível uma vez que o que mais se vê no Instagram são rabos.

A segunda razão poderá ter origem no reporte da foto por alguma alminha que por ali ande e não goste do que vê. No entanto vamos manter uma coisa clara. A página do Instagram do @renuvar_naturismo é publica e acessível àqueles que a procuram. Se a procuram é porque se identificam com este estilo de vida e assim sendo, este estilo de vida inclui também, mas não só a bela visualização de rabos. Pode ser ainda que não achem piada ao meu. No entanto estou disponível para receber críticas, seja através da página do Facebook, Instagram ou até mesmo através dos comentários aqui do site. Digam o que não gostam e porque andam a reportar fotos de rabos através do vosso Instagram.

Cumprimentos à família 🙂

Publicado a Fev 02, 2018

3 de Fevereiro – Dia Internacional Sem Palhinha

Publicado em NUTICIAS
Comentários Deixa um comentário

Porque o naturismo não é só andar em pelota, informa-te sobre este movimento pois ele faz todo o sentido e enquadra-se perfeitamente na essência do naturismo, mas também na consciencialização sobre o uso de materiais poluentes para o nosso planeta.

As palhinhas não são recicláveis (são feitas de LDPE e não temos tecnologia que as recicle em Portugal) e como são leves acabam por chegar ao mar.

Queremos convidar toda a gente a:
– recusar as palhinhas em restaurantes, cafés e bares
– utilizar alternativas sustentáveis (como palhinhas de bambu, vidro, aço inoxidável)
– alertar amigos e conhecidos para o problema da poluição dos oceanos
– sugerir aos restaurantes e cafés outras alternativas ou simplesmente deixar de oferecer palhinhas aos clientes

Partilha as tuas iniciativas através da hashtag no facebook e instagram #palhinhazero e #strawfreeday

Para mais informações segue a página https://www.facebook.com/zerowasteportugal/

Publicado a Jan 27, 2018

Naturismo e a condição física.

Publicado em CORPO E MENTE
Comentários Deixa um comentário

 

Bom, isto é um tema que dá pano para mangas e é relevante para naturistas mas também para aqueles que não o são.

Vamos partir pelo lado naturista da coisa.

O Naturismo é uma forma de viver em harmonia com a Natureza caracterizada pela prática da nudez colectiva, com o propósito de favorecer a auto-estima(…)

Ora bem. Uma das velhas máximas do naturismo, é não só o respeito pelos outros mas também o respeito por nós mesmos tanto a nível intelectual mas também a nível físico.

No que toca ao respeito pelos outros, no naturismo existe uma grande abertura, no entanto as coisas mudam de figura quando se trata de nos respeitarmos.

O facto de aceitarmos o nosso corpo não significa que ele esteja nas melhores condições. Muitas vezes o desleixo acontece e pomos em risco a nossa própria saúde. É claro que temos de ter em conta as pré disposições genéticas e os problemas de saúde que muitas pessoa têm mas no entanto, não consigo deixar de pensar que uma vasta maioria é apenas preguiçosa.

O exercício físico existe e recomenda-se mas ainda muitos o rejeitam e sobrepõem as dietas milagrosas detox (banha cobra). Isto é tudo menos respeito pelo nosso corpo, quanto mais viver em harmonia com a Natureza.

Muitos encaram o naturismo como sendo maioritariamente a prática do nudismo e esquecem-se deste (e outros) factor, ter uma condição física que não ponha em risco a nossa própria saúde.

20 minutos é todo o tempo necessário para conseguirmos efectuar um treino. No entanto é também o tempo que muita gente não quer desperdiçar em prol do bem estar físico.

A prática de exercício, não significa ter um corpo tonificado ou uma preparação física de atletas profissionais. Trata se de fazer o necessário para não pormos em risco a nossa saúde. Ter cuidado com a alimentação, com o álcool, vícios e excessos. Isto é um princípio fundamental do naturismo mas no entanto parece ser um dos passos mais difíceis de tomar. Vemos mais depressa alguém a despir-se de preconceitos e a frequentar espaços nudistas do que alguém a zelar pela sua condição fisica e a praticar alguma forma de exercicio.

Pois bem! Vamos tornar o ano de 2018 o ano em que mudamos isto!Vamos continuar a ser naturistas, mas naturistas saudáveis! Naturismo não é só estar nu. É estar em harmonia com a natureza, em forma e saudável!

Vamos deixar-nos de tretas e aceitar o nosso corpo como ele é e não aceita-lo no mau estado a que o condicionamos com os nossos vícios, desleixos e preguiça.

E tu? Consideras que a tua condição fisica está aceitavel? Enquanto naturista, o que podes mudar na tua vida para que ela se torne mais saudável?

 

Publicado a Jan 18, 2018

Uma imagem por dia.

Publicado em NUTICIAS

BOM ANO!!!

Bom. Talvez deve começar por mencionar que está um frio do caraças. Para ajudar, estou meio engripado. Mas isso nada tem a ver com este post.

Pois bem. Alguns de vocês já devem ter reparado que o perfil do blogue no Instagram está bastante ativo. Pois bem, durante o mês de Janeiro, decidi avançar com um segmento de posts a que chamei #umaimagempordia .

Para além de uma boa desculpa para me forçar a ter conteúdo novo nas várias plataformas (e a usar a câmera fotográfica), este segmento é principalmente uma chamada de atenção. Uma chamada de atenção para todos aqueles que têm medo de dar um passo extra e aceitarem o corpo com que nasceram.

Não existe o corpo perfeito, existem sim, ideias generalistas, marketing e comércio à volta do corpo humano.

Existem corpos mais altos, outros mais baixos, uns com mais gordura e outros com gordura a menos. Existem ainda os corpos mais trabalhados e aqueles que simplesmente são como são.

Apesar de tudo isso, o naturismo ensina-nos a estar confortáveis com o nosso corpo, não ter medo nem vergonha de o mostrar. Todos nós nascemos nus, é o estado mais natural no ser humano, porquê escondermo-nos?

Aposta em ti mesmo, dá um passo em frente e experimenta o naturismo. Vais ver que não te arrependes

Este segmento irá ser diário até ao fim de janeiro e quem sabe, talvez vejas aqui o primeiro passo para o naturismo.

Aproveita e visita o blogue no Instagram:

https://www.instagram.com/renuvar_naturismo/

Publicado a Dez 22, 2017

E mais uma vez, é Natal.

Publicado em CORPO E MENTE

E chegamos à altura do ano que anda tudo feliz e contente. Os nudistas nem tanto, está frio.

O verão está longe de se aproximar e as praias estão vazias, no entanto, aqui no blog queria agradecer todo o apoio e visitas que têm feito durante este ano que passou. O naturismo está vivo e recomenda-se e espero que com este pequeno espaço consiga contribuir para o desenvolvimento deste “movimento” que tanto contribui para o desenvolvimento do ser humano

Bom Natal.

Publicado a Nov 23, 2017

Caparica – Capital do Nudismo Vintage

Publicado em CORPO E MENTE

Nem sempre me considerei naturista.

No entanto, desde pequeno que frequento as praias da Costa de Caparica, mais especificamente a praia da Bela Vista. Para além de ter uma afinidade especial com esta praia, sendo eu de Lisboa, considero que seja talvez uma das praias nudista mais acessíveis para quem vem da capital. Não é que não consiga ir para as outras (Meco por exemplo) no entanto em 20 minutos, mais coisa menos coisa, consigo sair de Lisboa e pôr-me ao léu na Bela Vista.

Mas não é disso que quero escrever. Existe um fenómeno na Caparica o qual tem que ser mencionado:

A Costa de Caparica não mudou deste 1983

Lembram-se daquelas estradas de terra batida que davam acesso às praias antigamente? Ainda lá estão e quase que aposto que os buracos ainda são os mesmos.

E o MiniPreço ali ao pé do Mercado? Digam lá que não vos dá jeito para irem comprar um Joi fresquinho para levarem para a praia hã? Ainda é o mesmo. Devia ser considerado Patrimonio Mundial.

Não poderia deixar de mencionar o Sr do estacionamento. Para além de ser o mesmo há quase 20 anos é sempre um grande pincel estacionar por estas bandas,.

A verdade é que pouco ou nada mudou nas praias da Costa. Ainda assim, as praias naturistas existem mas o seu desenvolvimento é pouco significativo o que é uma pena pois o clima de Portugal e a gastronomia poderiam ser dois factores excelentes para a exploração do naturismo. Pecamos pela falta de condições dos meios exteriores e exploração deste tipo de espaços.

Bora lá malta. Começem a investir no naturismo em Portugal. A malta gosta .

Publicado a Nov 04, 2017

Depilação Masculina – Vale a pena?

Publicado em CORPO E MENTE

Olá malta!

Hoje venho abordar um tema que para alguns é ainda considerado tabu e para outros a coisa mais normal do mundo.

A depilação masculina tem vindo a ganhar cada vez mais adeptos, no entanto, é ainda considerado algo proibido pela grande maioria por ser visto como algo “feminino”.

Pois é amiguinhos nudistas. Antes de continuar, deixem-me dizer-vos que a depilação masculina tem tudo menos de feminino. É tão feminino como comer uma sopa de caldo verde. Uns gostam, outros não. Deixem lá a homofobia de lado 😉 .

Para aqueles que estão a considerar este “manscape” uma nova aposta na sua higiene diária, posso avisar desde já que todo o processo dá trabalho. No entanto, vale bastante a pena.

Temos várias opções, pessoalmente já experimentei todas e é difícil escolher “a tal”.

Laminas De Barbear:

Práticas, baratas e indolor. São os 3 fatores principais neste método de depilação.  Uma boa aposta para uma “primeira vez” e para algumas emergências. No entanto tem vários aspetos negativos.

Dá uma comichão do car**** ! No primeiro dia tá tudo bem, o pelo foi acabadinho de cortar e sentimo-nos todos fresquinhos, especialmente se estivermos nus. A partir do 2º ou 3º dia é que a coisa piora. O pelo começa a crescer bem forte  contra a pele o que resulta numa comichão horrível, especialmente se for a primeira vez. Creme, creme e mais creme é o que vos aconselho. Ainda assim, para aqueles que tencionam depilar o corpo inteiro, o tempo que irão demorar no WC a completar esta tarefa árdua será mais que muito, costas é impossível de fazer sem ajuda.

Cera: 

O método oldschool. Quando praticado por um bom profissional, torna-se quase como um vicio. Para aqueles como eu, que têm a sorte de ter um pelo fraco e com pouco volume, irão conseguir chegar a uma intermitência de 3 meses entre cada sessão. Poderá no entanto ser um método dispendioso uma vez que cada gabinete de estética pratica o seu próprio preço. Em termos de dor, cada pessoa tem uma maneira diferente de a suportar. No gabinete que frequento o processo é todo muito natural, na conversa, com pouca tensão e nem dou por isso. No entanto, o meu pelo só cresce da cintura para baixo o que me facilita um pouco a vida Para outros poderá ser diferente. Experimentem.

Laser: 

Este é dos métodos mais recentes. Em teremos de qualidade/preço será possivelmente o mais indicado. No entanto não é prático e deixem-me que vos diga…DOI! Dói muito! Acreditem quando vos digo que dói mais que a cera. Chega ao ponto de eu pensar que as esteticistas apenas gostam de provocar a dor. Dói especialmente na parte das virilha e canelas. No meu caso, cada sessão dura cerca de 30 a 40 minutos (pernas e virilha) no entanto parece que estou lá 3 horas. O pós depilação é também pouco agradável, parece que andamos ali meio “assados” mas ao mesmo tempo não. No entanto, apesar de toda a dor, é o método mais eficaz e um investimento seguro. Reduzi o volume do meu pelo o que me permite fazer uma manutenção de 1 a 2 vezes por ano. A manutenção essa, opto pela cera pelo facto de ser mais rápido e com menos dor. O pelo volta a aparecer em força passados 5 ou 6 meses. Se a coisa crescer mais que o esperado, nada que uma sessão a laser não resolva.

Em termos de resultados, na minha opinião pessoal, vale muito a pena.

Seja qual for o tipo de corpo que tenham, os traços dele serão sempre mais interessantes sem pelo. Em termos de higiene nem se fala e para aqueles pequenos Chewbaccas acreditem, no verão vai dar um jeitão! 

Quanto ao facto de ser ou não considerado naturista. Pois bem. Quantos naturistas vemos por aí que deixaram de fazer a barba? 😉

Abraços !

 

 

Scroll to top