Yoga Nudista – Fiz!

Estranhamente confortável.

É com a descrição acima que melhor consigo identificar a minha experiência com o Yoga Nudista.

Não sou de todo um praticante de Yoga. Pelo contrário, a minha weapon of choice é sem dúvida o fitness No entanto adoro ter a oportunidade de experimentar novas modalidades e com isso, novos desafios.

Foi o que aconteceu com a mais recente actividade do Clube Naturista Do Centro, Yoga Naturista. Decidi apostar nesta modalidade como complemento às actividades físicas que já pratico e digo-vos já, vale bem a pena.

E o que é o Yoga Naturista? É Yoga, mas sem roupa.

Todos nós já vimos ou ouvimos falar de Yoga, conhecemos em geral aquilo em que consiste e depressa chegamos à conclusão que a prática da modalidade poderá ser mais agradável sem roupa. Não só poderá, como de facto o é.

Cheguei ao local, e como em qualquer estúdio de Yoga, encontrei um grupo de 12 pessoas que estavam lá com o mesmo objectivo que eu, fazer Yoga em pelota.

Tivemos direito a uma breve apresentação do instrutor que nos deu a conhecer um pouco mais sobre o seu historial e também sobre a prática do Yoga. Ainda assim, para meu espanto foi-nos dado a conhecer que a prática mais natural do Yoga é efectivamente sem roupa, o que me fez questionar o porquê da falta desta vertente da modalidade.

Após a apresentação, passámos então ao “desfardamento”.

Apesar deste ser um acto perfeitamente natural para mim, fazê-lo num estúdio de Yoga com mais pessoas à volta foi uma experiência completamente diferente. A sensação de igualdade e vulnaberilidade é incrível, seguida por uma sensação de total conforto que nos deixa um pouco confusos.

Seguimos então para um complexo de movimentos simples onde o objectivo seria proporcionar algum aquecimento muscular e de seguida alguns exercícios de respiração.

A esta altura, já dava para esquecer que estávamos numa aula de Yoga Nudista e o facto de estarmos sem roupa era algo que já não fazia diferença.

O que começou a fazer realmente a diferença foi a dificuldade dos movimentos que nos era pedido para fazer. Desde a posição de Gato e Cão (posteriormente) até à posição de árvore, todos movimentos exigiam alguma concentração. Existiam adaptações para todos os gostos desde aquelas que tornavam o exercício fácil até aquelas que o tornavam quase impossivel.

Como é de esperar em qualquer aula de Yoga, damos connosco a tentar copiara posição do colega do lado ou da frente quando damos conta que não estamos a fazer nada de jeito. Pois bem, em ambiente nudista o mesmo acontece. Um rabo para ali, um pé para ali, esquerda ou direita, tudo serve para tentar completar o exercício.

Ao fim de 20 minutos já era possível ver algumas pessoas olfegantes e capazes de repousar uns instantes mas no entanto ninguém deu parte fraca. A aula continuou até ao fim.

Por fim, e para terminar em grande, passámos a uns minutos de repouso (mediação). A palavra de ordem era reter todas as boas energias que ali se passaram e memorizar esses momentos que nos irão servir de ajudar para aqueles dias mais stressantes.

Foi sem duvida uma experiência a repetir e estou certo que a tendência é para este tipo de movimentos crescer.

Para os interessados numa actividade regular poderão visitar o seguinte site:

http://yoga.cncentro.org/

Preços e localizações disponíveis.

Abraços!

Sou o criador do blog reNUvar. Encarando a nudez como forma de liberdade e de igualdade entre todos, criei o reNUvar como forma de dar a conhecer uma realidade diferente, livre de tabus e em comunhão com a Natureza.

2 Comments

  1. Francisco
    11 Maio, 2018

    vou experimentar em breve. faço yoga e também naturismo, mas nunca experimentei o yoga nu.

    Responder
    1. reNUvar
      13 Maio, 2018

      Francisco, o CNC tem actividades mensais com Yoga Nudista http://www.cncentro.org

      Responder

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Scroll to top