Estou em casa nú. Alguém toca à campaínha. O que fazer?

Decerto que muitos já se viram enfrentados com esta situação.

Estamos em casa, despidos, sem qualquer preocupação, até que subitamente alguém toca na nossa campainha.  Aposto que muitos vocês, nudistas ou não, apressam-se logo a vestir qualquer coisa para se cobrirem enquanto esperam que a pessoa do outro lado não volte a tocar à campainha e a estranhar a demora.

Este é um “problema” bem comum que afeta todos aqueles que repudiam o uso de roupas lá por casa. Eu repudio. A não ser que faça frio.

Pois bem. Qual será a solução para tal maleita?

Na minha opinião, é tudo uma questão de mindset. Reparem.

Vocês vão de férias para resorts naturistas, para aqueles com espirito associativo, participam em atividades e eventos da associação naturista ao qual pertencem, vocês passam o verão inteiro em praias naturistas, mas, no entanto, aquela que deveria ser a vossa maior zona de conforto, é aquela cuja grande maioria tende em criar mais barreiras.

Malta, é a vossa casa (para quem tem casa própria). Não acham que o vosso espaço deveria ser respeitado pelos outros? Não digo que devamos abrir a porta em pelota ao Sr. da Telepizza pois certamente ele iria ficar atrapalhado e quem sabe fugir (free pizza yey) mas, no entanto, quantos de vocês realmente estão à vontade quando algum amigo ou familiar entra no vosso lar? Aposto que a grande maioria não o faz.

Pois bem malta, este, é na minha opinião, o primeiro passo para criar uma maior aceitação com a nudez. Para além de não ser qualquer tipo de ofensa pessoal a quem vos visita, pois estão na vossa propriedade, certamente grande parte das pessoas que frequentam o vosso lar já saberão que são nudistas. Qual será o problema de afirmarem este nosso estilo de vida na vossa própria casa?

Digam às pessoas aquilo que irão encontrar. Se são realmente amigos, estarão a borrifar-se para o facto de se estar vestido ou nu e irão aceitar-vos como vocês são. O mesmo com os familiares.

Há que afirmar o nosso estilo de vida reprimi-lo com medo do que alguém possa pensar. 

No entanto, é preciso haver peso e medida. Não vamos passar a ceia de natal em pelota, não é? Mas existe exatamente a situação oposta. Neste momento, as temperaturas rondam os 25ºc. Durante o dia rondaram os 30ºc. Acham que alguém no seu perfeito juízo anda vestido em casa? Eu não!

Isto é, no entanto, a minha opinião.

E vocês? Costumam ficar despidos com visitas?

Posted in CORPO E MENTE.

D

Sou o criador do blog reNUvar.

Encarando a nudez como forma de liberdade e de igualdade entre todos, criei o reNUvar como forma de dar a conhecer uma realidade diferente, livre de tabus e em comunhão com a Natureza.

One Comment

  1. Eu normalmente prefiro abrir a porta nu, e também incentivo a minha esposa a fazer o mesmo.. mesmo que seja para o entregador de pizzas, pois estamos a vontade em nossas casa ou em ambiente de conforto, pois também costumamos a fazer isso em hotéis os quais nos hospedamos. Preferimos não usar roupas para atender as portas, mas as vezes encontramos pessoas bem embaraçadas/envergonhadas!

Deixar uma resposta